Gurgel e Adams lamentam morte de José Alencar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de março de 2011 as 14:10, por: cdb

Débora Zampier
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O advogado-geral da União, Luís Inácio Lucena Adams, e o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, lamentaram hoje (30) a morte do ex-vice-presidente José Alencar. Para ambos, Alencar deixou um legado para a política brasileira e sua morte foi uma grande perda.

Segundo Adams, a vontade de viver de Alencar “é um exemplo para a sociedade brasileira”. Já Gurgel afirmou que o Brasil fica mais pobre em termos de humanidade, lembrando que Alencar era uma pessoa suave, otimista e “de bem com a vida”. “Alencar tinha como característica essencial um sendo profundo de humanidade, de dignidade, de coragem, de perseverança, enfim, aqueles melhores valores que caracterizam o ser humano”, disse Gurgel.

Edição: Vinicius Doria

José AlencarPGRPolíticaagumorterepercussão