Guilherme é o segundo maior artilheiro em Brasileiros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de dezembro de 2002 as 16:49, por: cdb

Os dois gols contra o Fluminense, na vitória do Corinthians por 3 x 2, valeram uma nova marca a Guilherme. O centroavante passou a ser, pela média, o segundo maior artilheiro da história dos Campeonatos Brasileiros. Está atrás apenas de Careca, ex-São Paulo e Guarani.

Ao longo da carreira, Guilherme disputou 106 jogos e balançou as redes 70 vezes: média de 0,66, segundo levantamento de revista Placar. Os números são inferiores ao do antigo jogador, que atuou em 130 partidas e marcou 92 vezes (0,71).

“Fui contratado para isso: marcar gols”, discursou o camisa sete, centro das atenções nesta quinta-feira, no Parque São Jorge.

Principal reforço do Corinthians para o nacional, Guilherme lamentou ter desfalcado a equipe por 11 jogos, devido a uma contusão. “Caso contrário, poderia estar brigando pela artilharia do Brasileiro”, comentou.

Rodrigo Fabri (Grêmio) e Luís Fabiano (São Paulo), ambos com 19 gols, deverão terminar o nacional à frente dos concorrentes. Guilherme soma 13 e fará mais dois jogos, contra o Santos, nas duas partidas decisivas.

“Marcar gols é a minha responsabilidade. Quando isso não acontece, sou duramente cobrado e as pessoas pegam no meu pé. Felizmente tenho experiência e consigo segurar a onda”, acrescentou o atleta, de 28 anos.

A partida diante do Flu, segundo Guilherme, foi uma das grandes atuações da sua carreira. “Depois do pênalti que perdi no Maracanã, precisa dar a volta por cima”, disse. “Prometi dois gols e fui feliz”, emendou.

Em lua-de-mel com o clube, o atacante repetiu que pretende continuar em 2003, apesar de ter contrato com o Atlético-MG até outubro de 2004. “Quero ajudar o Corinthians conquistar a Libertadores”, afirmou.

“A permanência do Parreira (Carlos Alberto, técnico) também poderá pesar bastante. Trabalhar com uma pessoa digna é maravilhoso”, elogiou.

Por fim, o goleador disse que encerraria o ano bem apenas se conquistasse o Brasileirão. “Persigo este título desde 1997, quando retornei ao país. Agora, que está tão próximo, não vou deixar escapar”, prometeu.

Acompanhe, a seguir, os números dos principais artilheiros do Brasileirão:

1° – Careca: 92 gols, 130 jogos, 0,71 (média)
2º – Guilherme: 70 gols, 106 jogos, 0,66 (média)
3º – Serginho: 125 gols, 191 jogos, 0,65 (média)
4º – Romário: 109 gols, 178 jogos, 0,61 (média)
5º – Roberto Dinamite: 190 gols, 326 jogos, 0,58 (média)
6º – Edmundo: 97 gols, 170 jogos, 0,57 (média)
7º – Túlio: 127 gols, 228 jogos, 0,56 (média)
8º – Kléber: 50 gols, 89 jogos, 0,56 (média)
9º – Zico: 135 gols, 248 jogos, 0,54 (média)