Guga tem vitória suada sobre holandês no Torneio de Auckland

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 7 de janeiro de 2003 as 16:45, por: cdb

O tenista brasileiro Gustavo Kuerten enfrentou grandes dificuldades, mas venceu o holandês Martin Verkerk na primeira rodada de simples do Torneio de Auckland.

O ex-número um do ranking mundial e quarto cabeça-de-chave no torneio ganhou por 2-0 sets, com parciais de 7-6 (7-5) e 6-4.

Verkerk, que veio do qualifying, vendeu caro sua derrota, lutando com determinação por cada ponto na partida, que durou uma hora e meia.

O próximo adversário de Guga será o norte-americano Michael Russell, que venceu o checo Radek Stepanek por 2-0 sets, com parciais de 7-6 (7-4) e 6-4.

Guga já enfrentou Russell em uma única e inesquecível ocasião na carreira.

O jogo ocorreu nas oitavas-de-final rumo ao tricampeonato de Roland Garros, em 2001.

Depois de estar perdendo por 2-0 sets e de salvar um match point no terceiro set, o brasileiro virou o jogo e venceu por 3/6, 4/6, 7/6 (7/3), 6/3 e 6/1.

Após a vitória, Guga desenhou, com a raquete, um coração na quadra de saibro e se deitou dentro dele, levando o público ao delírio.

O norte-americano, centésimo qüinquagésimo nono no Sistema de Entradas – que leva em consideração os melhores resultados das últimas 52 semanas – não possui nenhum título de simples na carreira e, assim como Guga, está fazendo em Auckland sua estréia na temporada de 2003.

O início do jogo do brasileiro contra Verkerk foi marcado pelos break-points.

Logo no primeiro game, Guga conseguiu duas chances de quebra, porém o holandês salvou e confirmou seu serviço.

Depois, foi a vez do brasileiro ter seu saque ameaçado. Guga, no entanto, não teve a mesma sorte e seu serviço foi quebrado: 2/0 para Verkerk.

Mas a alegria holandesa durou pouco. Guga, no game seguinte, devolveu a quebra.

O set seguiu equilibrado com os dois tenistas sacando muito bem e com Guga tendo bastante precisão nos golpes.

No tie-break, o brasileiro demonstrou que consegue se sair melhor nos momentos de pressão. Guga chegou a ficar atrás no marcador, mas venceu a disputa por 7/5.

No segundo set, tanto Guga quanto o holandês estiveram mais soltos na quadra.

Os dois confirmaram seus serviços até o 5/4, quando Guga obteve uma quebra de serviço preciosa e venceu a partida.

Neste ano, os organizadores do torneio estão distribuindo uma bola de prêmios no total de 355 mil dólares.