Guerreiro usa experiência para exercer função de liderança e ajudar Cruzeiro a buscar títulos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 as 10:52, por: cdb

Guerreiro usa experiência para exercer função de liderança e ajudar Cruzeiro a buscar títulos

Da Toca II

Rômulo Fegalli

Experiência para liderar. É o que Leandro Guerreiro pretende usar para ajudar o Cruzeiro a ter sucesso em 2012. Com a ausência do goleiro Fábio no amistoso disputado no domingo passado, contra o América-MG, a faixa de capitão foi carregada pelo volante de 33 anos, que pôde exercer uma função diferente em campo. Agora, ele quer oferecer, além de seu grande futebol, um pouco da sua bagagem para tornar a equipe celeste ainda mais forte.

Leandro Guerreiro teve a oportunidade de ser capitão do Cruzeiro pela primeira vez desde que chegou ao clube, há um ano. Entretanto, o volante já usou a braçadeira em outros times e está acostumado com essa função. Mas ele faz questão de frisar que a faixa vermelha pertence a Fábio, e que quer se unir ao goleiro e os demais jogadores que têm espírito de liderança para ajudar a Raposa a estar sempre no caminho das vitórias.

“Eu recebi (a faixa de capitão) com o maior orgulho. Eu nem esperava, mas já vivi essa situação em outros clubes. No Botafogo, em 2010, eu fui capitão e fomos campeões do Campeonato Carioca, graças a Deus consegui levantar aquela taça. Agora é a primeira vez aqui no Cruzeiro. Eu sei que o Fábio e o Roger estavam fora do jogo, e eles têm mais identificação com o grupo. Mas fiquei feliz, até pela minha idade, tenho que exercer um papel de liderança, orientar os mais jovens, mas sei que nosso capitão é o Fábio, sem dúvida nenhuma. Com todo o respeito, porque o admiramos, como a torcida o admira, pela liderança que ele tem dentro de campo e fora também, com o torcedor e nosso grupo. Quando o Fábio não estiver ou outro jogador, eu assumo essa responsabilidade sim. O importante é conversar dentro de campo, orientar os companheiros para acertarmos a equipe e conseguir as vitórias”, salientou.

Como um bom líder, Leandro Guerreiro analisa a evolução do time estrelado durante a pré-temporada e pontua que o Cruzeiro chegou em uma etapa importante na preparação, que é o momento de buscar entrosamento, através dos treinos táticos. O experiente volante acredita que com os trabalhos coletivos que a equipe fará daqui para frente, inclusive com os amistosos, poderá se entrosar o suficiente para entrar no Campeonato Mineiro pronta para brigar pelo título.

“Tem que entrosar mais ainda. A maioria dos treinos que fizemos na pré-temporada foi físico, e se não me engano, fizemos três coletivos, que é quando tem mais orientação tática e podemos nos entrosar mais. É o treino tático, com bola é que vai fazer o diferencial dentro de campo. Temos que melhorar muito ainda para ser aquela equipe ideal, que vai lutar pelo título”, comentou.

 O Cruzeiro fará um jogo-treino nesta quarta-feira, às 16h, na Toca II, com a seleção de Raposos-MG, e no sábado, disputará um amistoso com o Mamoré-MG, no estádio Bernardo Rumbiger, em Patos de Minas.

(Este