Guerra faz Paramount adiar estréia de filme

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 21 de março de 2003 as 18:44, por: cdb

A Paramount Pictures adiou na última quinta-feira a estréia do filme “Against the Ropes”, prevista para abril, em função das incertezas em torno da guerra contra o Iraque. Enquanto isso, os estúdios de Hollywood se prepararam para sofrer um impacto negativo em seus resultados.

Baseado na história verídica de uma mulher que é empresária de boxe e estrelado por Meg Ryan, “Against the Ropes” teve sua estréia adiada por tempo indefinido, informou porta-voz da Paramount.

Ela disse que o estúdio tinha chegado ao ponto em que teria que começar a comprar tempo de anúncios na TV e que, em vista da cobertura da guerra e da incerteza em torno de que programas de TV podem ir ao ar ou não, a decisão foi de adiar a estréia do filme.

Enquanto isso, os quatro filmes novos que estréiam nesta sexta-feira nos Estados Unidos enfrentam incerteza nas bilheterias, com boa parte da população norte-americana grudada à TV, acompanhando as notícias da guerra.

Mas os analistas de bilheteria disseram que a queda prevista para o fim de semana não se deve exclusivamente à guerra.

As estréias do fim de semana incluem duas comédias, “Boat Trip” e “View from the Top”, o filme de ficção científica “O Apanhador de Sonhos” e o infantil “Piglet’s Big Movie”.

COMPARAÇÃO INJUSTA

Nenhum deles parece ter o peso dos grandes lançamentos do ano passado, e essa é uma das razões pelas quais as bilheterias podem ser baixas, disseram especialistas.

No mesmo fim de semana de 2002, duas estréias importantes, “Blade 2 – O Caçador de Vampiros” e “A Era do Gelo”, levaram as bilheterias a totalizar 135 milhões de dólares.

No final de semana que se seguiu ao 11 de setembro de 2001, os estúdios se prepararam para enfrentar bilheterias baixas, achando que o público ficaria em casa. Mas aconteceu o contrário.

Lideradas pelo filme de beisebol “Hardball, o Jogo da Vida”, com Keanu Reeves, e o suspense “A casa de vidro”, as bilheterias norte-americanas chegaram ao total de 54 milhões de dólares – 43 por cento acima do total do ano anterior.

Nas últimas semanas, os maiores sucessos de bilheteria têm sido comédias, a começar por “Bringing Down the House” e “Old School”. Os romances e filmes de ação também têm se saído bem, tanto assim que “Como Perder um Homem em Dez Dias” e “Demolidor – O Homem sem Medo” se aproximam dos 100 milhões de dólares cada.

Steven Rothenberg, presidente de lançamentos da Artisan Entertainment, que distribuiu “Boat Trip”, disse que, embora ninguém possa prever o que vai acontecer em tempos de guerra, ele se sente mais seguro lançando um filme que leva as pessoas a rir.

“Nossa esperança é que, mesmo que as pessoas passem o dia todo assistindo ao noticiário na CNN, à noite elas queiram sair para relaxar, assistindo a uma comédia romântica”, explicou.