Guardas municipais são agredidos por camelôs no RJ

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 19 de setembro de 2003 as 18:01, por: cdb

Uma patrulha de três guardas municipais do Grupamento Tático Móvel do Rio de Janeiro foi cercada e atacada por cerca de 30 camelôs, na esquina das avenidas Almirante Barroso e Rio Branco, palco de um manifestação de ambulantes contra a ação da GM-Rio.

O subinspetor Tibério e os guardas Franco e Ruas patrulhavam a área e, mesmo sem registrar qualquer apreensão no local, foram surpreendidos pelo grupo que se dirigia à manifestação. Gritando palavras de ordem contra a equipe e armados com pedras, paus e até morteiros (fogos de artifício), os camelôs tentaram agredir os agentes.

Os três guardas tiveram de se defender com cassetetes até à chegada de uma patrulha de 12 agentes (do posto do Largo da Carioca), que ao se aproximar, afugentou os agressores. O agente Franco foi ferido levemente no cotovelo esquerdo por uma paulada. Ninguém foi preso.