Guarda Municipal de Canoas inova com a utilização de Tablets para registros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012 as 14:15, por: cdb

 

A tecnologia torna-se uma aliada para ações de segurança em Canoas. Uma parceria entre a Prefeitura Municipal e a operadora de telefonia Claro proporciona que a Guarda Municipal (GM) passe a fazer seus registros de ocorrências diversas pela cidade em tablets. É a 1ª Guarda Municipal do país a utilizar tal tecnologia.

O Registro Eletrônico da Guarda Municipal foi lançado nesta quarta-feira, 29, junto à cerimônia de início das aulas na escola Erna Wurth, bairro Guajuviras. “Mais do que a praticidade e economia, ao eliminar as folhas de papel para o registro de atendimento, por exemplo, a agilidade e inteligência no processamento da informação é o grande diferencial da proposta”, avalia o secretário de Segurança Pública e Cidadania, Eduardo Pazinato.

Na avaliação do diretor da Guarda Municipal, Luiz Carlos de Bortolli, os tablets irão dar mais celeridade e objetividade em todas as ações da GM. “A operacionalidade da Guarda ganha em qualidade pois haverá ligação on line, com diferentes salas, como a de Operações e o Observatório de Segurança. Isso nos possibilitará planejamentos em tempo real”, falou.

TECNOLOGIA

A Claro é a fornecedora da banda larga 3G que a Guarda Municipal utiliza neste projeto e para isso disponibiliza sua rede 100% capacitada com a tecnologia HSPA+ (High Speed Packet Access), permitindo alta velocidade de transmissão de dados. “Para a Claro, auxiliar a promover a comunicação da Guarda Municipal com a população e contribuir para agilizar e modernizar ainda mais esse processo é de extrema importância”, afirma o diretor da regional da Claro para o Rio Grande do Sul, Mauricio Perucci.

A Trevisan, empresa especializada em desenvolvimento de sistemas de informática com expertise em dados online, desenvolveu exclusivo programa para o sistema, utilizando como banco de dados a plataforma Umov.me, que propicia a captação instantânea dos dados e seu envio via sinal 3G para a sede operacional da Guarda Municipal canoense e para o Observatório de Segurança Pública de Canoas, que processa as informações.

COMO FUNCIONA

O Sistema é totalmente online, ou seja, quando os dados são coletados são enviados em tempo real para a retaguarda (base de dados da Guarda Municipal), onde são analisados instantaneamente, agilizando o processo de solução de ocorrências, gerando, assim, menos instrumentos burocráticos, além de interligar a aparelhagem tecnológica da Prefeitura.

“Por exemplo, quando é detectado registro que envolva o trabalho de outra secretaria, como a Meio Ambiente (poda de árvores, desobstrução de acessos, entre outros serviços), a solicitação é enviada instantaneamente via Intranet para a secretaria responsável

O processo que levava até uma semana para ser executado, hoje tem o seu desenvolvimento em alguns minutos.

Os dados coletados serão georeferenciados pelo Observatório de Segurança Pública de Canoas, ou seja, todos os atendimentos serão divididos por tipo de atendimento, bairro, horário, solicitante (indivíduo) etc. Este georeferenciamento servirá como parâmetro para a verificação de regiões mais problemáticas. “A partir das informações coletadas será possível implementar a ação mais adequada para a resolução de problemas”, conclui o responsável por TI na Guarda Municipal, Jacson Portolon.

TESTES

O sistema de Registro Eletrônica da Guarda Municipal de Canoas (REG-M) vem sendo testado desde a primeira quinzena de janeiro, com a utilização de 10 tablets Galaxy Tab, cedidos pela Samsumg, 10 chips de tráfego e plataforma de dados.

 

Crédito da notícia: Jesiel B. Saldanha