Grupo de Zarqawi assume 13 ataques suicidas no Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 30 de janeiro de 2005 as 14:31, por: cdb

O braço da rede terrorista Al Qaeda no Iraque assumiu que 13 de seus homens-bomba estiveram envolvidos em uma série de ataques contra centros de votação no país árabe durante as eleições deste domingo.

– Treze leões da brigada dos mártires da Al Qaeda no Iraque lançaram ataques a centros de infidelidade e de abandono da fé (centros de votação) em muitas regiões do Iraque –  afirmou o grupo liderado pelo jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, em sua página na Internet.

– Outras brigadas da organização lançaram pelo menos 30 foguetes contra a Zona Verde e contra alguns dos centros de votação, e todas as áreas sunitas viram confrontos hoje –  diz o texto.

Militantes atacaram principalmente em Bagdá, cidade atingida por nove explosões consecutivas de suicidas.

Guerrilhas sunitas intensificaram seus ataques para tentar interromper o processo eleitoral, do qual os xiitas devem sair vitoriosos.