Gregos acendem a tocha Olímpica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de março de 2004 as 09:22, por: cdb

As nuvens escuras que pairavam sobre os Jogos Olímpicos da Grécia pareceram clarear nesta quinta-feira, quando a cerimônia para acender a tocha foi realizada sem nenhum problema.
Como se abençoada pelo deus grego do sol Apolo, a alta sacerdotisa Thalia Prokopiou levantou uma tocha cuja chama foi acesa pelos raios do sol, com a ajuda de um espelho de aço.

“Apolo, deus do sol e deus da idéia da luz, envie-nos seus raios para acender a tocha para Atenas”, pediu Prokopiou nas arqueológicas ruínas de Olímpia, berço dos Jogos.

Ela levou a tocha até o campeão de arremesso de dardo grego Costas Gatzioudis, que foi o primeiro a carregar a chama. Pela primeira vez, o revezamento passará pelos cinco continentes representados pelos Anéis Olímpicos.

A viagem da tocha de metal e madeira, na forma de folha de oliva, vai durar 78 dias e passará pela África e América do Sul (incluindo o Rio de Janeiro). Faltando 141 dias para a abertura dos Jogos, no dia 13 de agosto, a cerimônia da tocha, mesmo que por alguns instantes, ofuscou as preocupações com os atrasos nas obras das instalações para os Jogos e com a segurança por causa do terrorismo internacional.