Graziano: já temos recursos sufiences para manter o Fome Zero

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 11 de janeiro de 2003 as 18:33, por: cdb

O secretário de Segurança Alimentar e Combate a Fome, ministro José Graziano da Silva, disse, em entrevista durante a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Itinga, que não faltarão recursos para implementar, a partir do início de fevereiro, o Programa Fome Zero.

“Temos recursos orçamentarios suficientes para iniciar o programa e cobrir todo o primeiro semestre de 2003. Disse Graziano, reafirmando as declarações do presidente Lula e do ministro da Fazenda, Antônio Palocci, “que não faltará dinheiro para o Programa Fome Zero”.

Segundo o secretário, que tem status de ministro de Estado, o Orçamento Geral da União já prevê a liberação de R$ 1,8 bilhão, aos quais serão acrescidas outras fontes de recursos originados, entre outras, Fundo de Combate à Pobreza, que dispõe de R$ 5 bilhões para combate à miséria no país.

José Graziano adiantou que o governo já esta promovendo a regulamentação deste fundo e está na espectativa ainda de receber doações de entidades nacionais e internacionais para completar o volume que o governo calcula que seja necessário para implementar o Fome Zero nos próximos anos.

Em relação aos problemas do Vale Jequitinhonha, lembrou que uma das prioridades do governo será incentivar a agricultura familiar e a criação de pequenas agroindústrias. De acordo com ele, problema principal do vale é a geração de emprego e renda, questões que poderiam ser amenizadas com a implementação dessas medidas.

“O problema principal da região é a geração de emprego e renda. Então, precisamos desenvolver atividades aqui, no próprio vale. Não se trata de trazer comida de outros locais e sim de iniciar um processo de desenvolvimento das potencialidades do Vale do Jequitinhonha”.