Governo Federal e Rosinha farão alambrado de proteção em Bangu 1

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 14 de março de 2003 as 19:35, por: cdb

No encontro com a governadora Rosinha Garotinho, que acabou há pouco no Palácio Laranjeiras, o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, ressaltou a importância do anúncio feito nesta sexta-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva: foram assinadas duas Medidas Provisórias que permitem à Polícia Federal contratar cinco mil pessoas para trabalhar na segurança nacional. Desse total, 500 serão agentes penitenciários federais, cargo, segundo o ministro, inexistente no país.

O ministro disse que vai se reunir novamente com a governadora para tratarem de uma série de medidas de ação social. De acordo com Márcio Thomaz Bastos, haverá a federalização de um presídio do Rio, mas não destacou qual será.

Rosinha anunciou que será feita uma zona de proteção em torno de Bangu 1 com alambrados de aço, do mesmo tipo que será utilizado no presídio de segurança que será construído em Brasília. Para esta obra, o governo estadual vai contar com R$ 700 mil do governo federal.

De acordo com o ministro haverá a federalização de um presidio do Rio, mas não destacou qual será.