Governo estuda novos incentivos para a agricultura

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de abril de 2006 as 10:57, por: cdb

Além dos R$ 15 bilhões anunciados pelo governo para a agricultura na semana passada, o governo federal estuda a adoção de novas medidas de incentivo ao setor. Foi o que afirmou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no programa semanal de rádio Café com o Presidente.

– Além desse pacote que nós fizemos, estamos discutindo outras medidas para que possamos ter um ano de 2006 e 2007 tranqüilos na agricultura brasileira – disse Lula.

O pacote agrícola anunciado na última quinta-feira prevê a liberação de cerca de R$ 15 bilhões para a agricultura. Desses recursos, R$ 1 bilhão serão para a comercialização, R$ 238 milhões para a agricultura familiar, R$ 7,7 bilhões para renegociar a dívida dos agricultores e R$ 5,7 bilhões para financiamentos bancários.

O presidente destacou que as medidas tomadas pelo governo têm “caráter emergencial”. Lula fez questão de salientar que o governo federal dará atenção especial aos agricultores que têm cumprido rigorosamente com o pagamento de suas dívidas.

– As pessoas que vinham pagando normalmente vão ter um tratamento muito respeitoso e atencioso do governo – disse.

Ele também ressaltou a necessidade de pôr um fim ao refinanciamento de dívidas agrícolas de quem burla as leis:

– Algumas pessoas neste país, historicamente, tomam dinheiro emprestado e não pagam; isso tem que acabar. Se nós não tratarmos com seriedade as pessoas sérias e tratarmos com mais seriedade ainda as pessoas que tentam, sempre, encontrar um jeito de enganar um banco, enganar o governo, nós não vamos resolver definitivamente o problema da agricultura.