Governo do Rio lança mapa sobre mudanças climáticas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 24 de março de 2011 as 19:05, por: cdb

Paulo Virgilio
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Os impactos das mudanças climáticas nos municípios fluminenses já podem ser medidos. Em três deles, no Rio de Janeiro, em Angra dos Reis e Paraty, destaca-se o elevado índice de vulnerabilidade ambiental, segundo pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), apresentada hoje (24) em seminário na sede da Secretaria Estadual do Ambiente.

O Mapa de Vulnerabilidade da População do Estado do Rio de Janeiro aos Impactos das Mudanças Climáticas nas Áreas Social, Saúde e Ambiental sintetiza aspectos ambientais, sociais e de saúde humana sensíveis à variabilidade climática, associados a cenários futuros de mudança global do clima. Na pesquisa, foram considerados os dados climáticos de 1960-1990 e os projetados para o período 2010-2040.

Segundo o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, os municípios do estado receberão a pesquisa, que deverá ser incorporada aos planos diretores de suas cidades, para que elas possam se adaptar aos impactos da mudança do clima.

Segundo a coordenadora do projeto, Martha Macedo de Lima, foram adotados quatro índices para mensurar as condições de vulnerabilidade de cada município: saúde; social da família; ambiental; de cenários climáticos.
 

Edição: Rivadavia Severo

Meio Ambientemudanças climáticasrio de janeiro