Governo brasileiro libera R$ 33,9 milhões para prevenção do câncer

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 18 de abril de 2002 as 17:19, por: cdb

O ministro da Saúde, Barjas Negri, assinou nesta quarta-feira, com 27 secretarias estaduais, convênios no valor de R$ 33,9 milhões que permitirão o controle e a prevenção do câncer em todo o país. Os convênios beneficiarão três programas do governo federal no combate à doença: programa nacional de controle do tabagismo, programa de controle do câncer do colo do útero e da mama, além do programa de avaliação e vigilância do câncer.

O ministro explicou que a proposta é ampliar e descentralizar as ações de prevenção e detecção precoce do câncer. Negri lembrou que, desde 1997, o ministério da Saúde já investiu R$ 45,5 milhões nos programas de prevenção e vigilância do câncer.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indicam que as doenças cardiovasculares e o câncer são as duas principais causas de morte por enfermidade no Brasil. Ambas as doenças estão relacionadas principalmente ao tabagismo.

A Organização Nacional da Saúde já faz um alerta, segundo o qual o tabagismo será o responsável por 10 milhões de mortes por ano nas próximas quatro décadas caso nenhuma ação visando a reduzir o consumo de cigarros seja tomada. No ano passado, as estimativas do Inca apontavam para 305,3 mil novos casos e 117,5 mil óbitos por câncer no país.