Goiás é campeão goiano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 23 de março de 2003 as 19:59, por: cdb

O Goiás precisou vencer o Novo Horizonte no tempo normal e nos pênaltis para conquistar seu 20° Campeonato Goiano. Na bola rolando, a partida acabou 2 a 1 e nos pênaltis, por 3 a 2.

O regulamento do Goianão ignorou a melhor campanha do Goiás na primeira fase. Como o Novo Horizonte havia vencido na partida de ida, a vitória do Goiás por qualquer diferença de gols levaria a decisão para os pênaltis.

O Novo Horizonte perdeu a oportunidade de conquistar o título goiano pelo segundo ano seguidoe se juntar a Goiatuba, Crac e Anápolis no grupo dos times do interior que já conquistaram títulos no estado.

O jogo marcou a despedida do treinador Nelsinho Baptista do comando da equipe, já que irá se apresentar ao Flamengo nesta segunda-feira. Para o Brasileirão, já foi contratado o técnico Candinho.

O Goiás foi muito melhor na primeira etapa e criou diversas oportunidades de abrir o placar que pararam nas mãos do goleiro Veloso. Na melhor delas, Danilo bateu depois de boa jogada de Cleber e Veloso operou um milagre.

De tanto pressionar, o time esmeraldino abriu o placar aos 32min: Caíco recebeu de Cleber e bateu de fora da área para acertar o ângulo e ver o goleiro Veloso ficar apenas olhando para a bola.

O Goiás perdeu a chance de ampliar a vantagem aos 41min, quando Araújo sofreu falta de Veloso fora da área e o árbitro marcou pênalti equivocadamente. Mas o goleiro apareceu mais uma vez e defendeu a cobrança de Danilo.

O time de Ipameri voltou melhor no intervalo e quase empatou a partida aos 8min. Depois de boa jogada de Maurício, Rômulo chegou um segundo atrasado e não alcançou a bola na cara do gol.

O castigo veio dois minutos depois, já que o Goiás chegou ao segundo gol: o volante Josué tocou para Danilo bater cruzado e balançar a rede mais uma vez.

O Novo Horizonte diminuiu a desvantagem aos 17min, quando o lateral Gaúcho cruzou pela direita e Rômulo cabeceou para o fundo do gol, marcando seu oitavo na competição.

No restante da partida, o time de Ipameri foi para cima com tudo e chegou a criar algumas chances. O Goiás também teve oportunidades com Dimba, mas a partida acabou mesmo com a vitória por um gol de diferença e foi para os pênaltis.

Nas cobranças, o destaque foi para o goleiro Harlei, que defendeu os tiros de Zezé, Batista e Rômulo para garantir o 20° título para o Goiás.

GOIÁS (3) 2 X 1 (2) NOVO HORIZONTE

Local: Estádio Serra Dourada
Horário: 17 horas
Árbitro: Mauro Queiroz
Assistentes: Vanderlei Maia e Geraldo de Castro
Cartões amarelos: Alexandre Goiano, André(N); Dimba (G)
Gols (tempo normal): Caíco, aos 32min do primeiro tempo; Danilo , aos 10min, e Rômulo, aos 17min do segundo tempo

Goiás
Harlei; Cleber, Fabão, Renato e Rondinelli; Josué, Marabá, Danilo e Caíco; Dimba (Auecione) e Araújo
Técnico: Nelsinho Baptista

Novo Horizonte
Veloso; Gaúcho (Neto), André, Rodrigo e Luciano (Alexandre Goiano); Batista, Edinho (Germano), Zezé e Oscar; Rômulo e Maurício
Técnico: Marcius Fleury