Gloria Trevi será extraditada nesta madrugada

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 20 de dezembro de 2002 as 00:10, por: cdb

A cantora mexicana Gloria Trevi será extraditada nesta madrugada. Ela será escoltada até o aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo, por dois agentes federais brasileiros.

De acordo com o diretor do departamento de Estrangeiros, Luiz Paulo Barreto, um procurador do México da área de direitos humanos vai compor a escolta mexicana que receberá Gloria e seu filho Angel Gabriel, de dez meses, no momento do embarque.

Em seu país, a cantora responderá a um processo por rapto, sedução e corrupção de menores, junto com o empresário, Sérgio Andrade, e a também cantora Maria Raquenel Portillo.

Gloria, Andrade e Maria foram presos no Rio em janeiro de 2000, atendendo a um pedido do governo mexicano, e o processo de extradição se arrastou desde então por causa dos inúmeros recursos apresentados pela defesa dos acusados.

Para tornar o caso ainda mais complicado, Gloria Trevi deu à luz em fevereiro de 2002 a um menino, que teria sido concebido, segundo ela, numa das várias vezes em que foi estuprada na prisão.

Um exame de DNA mostrou que Sérgio Andrade é o pai do bebê, embora as autoridades brasileiras não tenham conseguido explicar como e quando os dois teriam se encontrado.

No final de novembro, Trevi surpreendeu o governo ao anunciar a decisão de renunciar a todas as medidas legais contra a extradição e que estava disposta a voltar para o México e enfrentar os tribunais.

O ministério da Justiça não informou quando Andrade e Maria Portillo serão extraditados.

Atualmente, ela está presa na 3ª Delegacia de Polícia no Cruzeiro, Distrito Federal.