Gleisi Hoffmann comemora lançamento de programas federais que beneficiam mulheres e crianças 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 28 de março de 2011 as 17:35, por: cdb

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) registrou em Plenário, nesta segunda-feira (28), o lançamento pelo governo federal dos programas Rede Cegonha e Pró Infância.Os dois programas são voltados à melhoria das condições de saúde de gestantes e de crianças nascidas em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com Gleisi Hoffmann, o Programa Rede Cegonha, lançado hoje em Belo Horizonte, destinará recursos de R$ 9,4 bilhões para serem aplicados na construção de uma rede de cuidados para a mulher e para as crianças de até dois anos.

O programa, informou, é uma promessa de campanha da presidente Dilma Rousseff e tem foco na gestão de saúde, mais que na criação de novas unidades.

– Os investimentos vão atingir todo o ciclo gestacional, que começa pela unidade básica de saúde, passa pelos exames do pré-natal, pelo transporte seguro, até o parto nos leitos maternos do SUS – disse.

Com relação ao programa Pró Infância, Gleisi Hoffmann explicou que foi iniciado com uma cerimônia de entregas de creches pela presidente Dilma Rousseff, ocorrida na semana passada.Foram 419 termos assinados, informou, para a construção de 718 creches, sendo 54 delas já concluídas. Conforme afirmou a senadora, serão liberados R$ 800 milhões em 2011 para a implementação do programa.

– Nós sabemos que a creche, que a Educação Infantil é fundamental para o desenvolvimento da criança, para o Ensino Fundamental e também para as mães, para as mulheres, que, cada vez mais, assumem fora dos seus lares, de suas residências, compromissos e responsabilidades também com a sua carreira profissional – observou.

Outorgas irregulares

Gleisi Hoffmann também leu nota divulgada hoje pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, em resposta a denúncias publicadas no final de semana pelo jornal Folha de S. Paulo sobre irregularidades em processos de outorga de emissoras de rádio realizados pelo governo federal.

Na nota, o ministro se compromete a investigar o caso. “As irregularidades detectadas nos processos de outorgas no setor de radiodifusão serão combatidas e as responsabilidades encaminhadas, para apuração do Ministério Público e da Polícia Federal, às instâncias competentes para conduzir questões criminais, principalmente as relacionadas às questões envolvendo ‘laranja’ na compra de concessão”, leu Gleisi Hoffmann.

Da Redação / Agência Senado