GGIT se reúne na amanhã para analisar acidentes graves na Capital

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 06:37, por: cdb

TrânsitoQuarta-Feira 28 de Março de 2012

GGIT se reúne na amanhã para analisar acidentes graves na Capital



Nesta quintas-feiras, representantes da Agetran, Ciptran, Detran, Corpo de Bombeiros, Samu, Polícia Civil, Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e SES (Secretaria de Estado de Saúde) estão se reunindo para analisar os acidentes graves e fatais ocorridos em Campo Grande desde o ano passado. Nesta semana, o encontro será apenas na quinta (29), a partir das 8h, na sede da Agetran, localizada na avenida Guri Marques, 2395, bairro Universitário.

Em 2011, ocorreram 131 mortes no trânsito; 82 foram de motociclistas, 21 de ciclistas, 17 de pedestres, 07 de passageiros e 04 de condutores. Neste ano já ocorreram 23 mortes provocadas por acidentes no trânsito, 12 no mês de janeiro, 04 em fevereiro e 11, até o início desta semana, no mês de março.

Durante as reuniões, os técnicos de trânsito se detêm em duas questões que consideram fundamentais: os fatores de risco e o grupo predominante de vítimas dos acidentes. “Procuramos identificar quem realmente são as vítimas no trânsito, se a colisão foi resultado de uma conduta inapropriada na via de qual das partes envolvidas no acidente”, esclarece Vera Lúcia de Matos, técnica em educação para o trânsito da Agetran.

O Grupo de Análise dos Acidentes Graves e Fatais foi criado como uma das estratégias de ação do projeto Vida no Trânsito, que busca reduzir a violência e o número de vítimas no trânsito da Capital. Participam do projeto 24 instituições que formam o Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito (GGIT).

 

Fonte/Autor: Júlia Torrecilha Mtb/MS 197