General indiano e outras sete pessoas morrem em ataque na Caxemira

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 22 de julho de 2003 as 16:08, por: cdb

Um general indiano e outras sete pessoas morreram na Caxemira, nesta terça-feira, em ataque preparado por militantes islâmicos na região, no norte da Índia, anunciou um porta-voz do Ministério da Defesa.

O Exército indiano teve também dois tenentes-gerais feridos no confronto. Hari Prasad e T.P.S Brar foram atingidos por estilhaços na emboscada armada pelos rebeldes. Segundo o porta-voz militar, P.K. Bandhopadhya, o comandante V.K. Govil do décimo-sexto corpo não resistiu aos ferimentos e morreu após o ataque.

Os três militares indianos estavam visitando um quartel-general da Caxemira, quando os rebeldes lançaram a ofensiva. A Caxemira é uma região do Himalaia, que está dividida entre a Índia e o Paquistão. A parte sob a administração indiana é assolada desde 1989 por uma rebelião muçulmana.

Os confrontos já causaram cerca de 38 mil mortes, de acordo com as cifras oficiais do país.