Garotinho vai a SP para promover candidatura de Erundina mas acaba ouvindo crítica do PSB

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 21 de outubro de 2001 as 19:39, por: cdb

O governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PSB), lancou neste domingo à tarde a ex-prefeita de São Paulo e deputada federal Luiza Erundina candidata ao governo do Estado em 2002. O anúncio de Garotinho, feito durante convenção do partido para eleição do diretório estadual, na Assembléia Legislativa de São Paulo, faz parte de uma estratégia do governador fluminense de assegurar base eleitoral caso leve adiante o seu projeto de disputar a Presidência da República no próximo ano.

Erundina, no entanto, afirmou antes de Garotinho chegar à Assembléia que não pretende concorrer ao governo do Estado. Ela afirmou que prefere tentar a reeleição para a Câmara dos Deputados. Erundina afirmou que o partido deve ter candidatura própria, tanto na disputa federal, como no Estado de São Paulo, mas, caso isso não ocorra em São Paulo, ela acredita que existe uma chance maior de aproximação com o PT. “Não vejo possibilidade de o partido sair junto com o PSDB.”

Erundina criticou a briga entre o governador Garotinho e a vice-governadora do Rio, Benedita da Silva (PT). “Não podemos concordar com isso; não faz avançar o processo político”, declarou a ex-prefeita. Garotinho acusou Benedita de desviar doação de uma empresa para o projeto de restaurantes populares em favor da Organização Não Governamental Ação Cidadania. Entretanto, o próprio governador voltou atrás nas acusações por meio de um de seus secretários.

“Não podemos ficar nos destruindo uns aos outros”, disse Erundina, referindo-se aos partidos de esquerda: “Isto só favorece a outro pólo.”