Garimpeiro morto em Rondônia é enterrado na Bahia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de abril de 2004 as 01:52, por: cdb

O corpo de Francisco das Chagas Saraiva, um dos três garimpeiros mortos na última quarta-feira, na reserva indígena Roosevelt, em Rondônia, está sendo transferido para Porto Velho e deverá ser enterrado na Bahia.

Os outros dois corpos, não identificados, foram enterrados como indigentes, em Ji-Paraná. De acordo com os legistas, todos apresentavam sinais de tortura.

Segundo a denúncia apresentada pelo sindicato dos garimpeiros de Rondônia ao Ministério Público de Espigão D’Oeste, mais 13 garimpeiros teriam morrido no conflito com os índios cinta-larga.

O governador Ivo Cassol disse que vai pedir intervenção federal nas investigações.