Furacão leva 70 mil pessoas a abandonarem suas casas no México

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 22 de setembro de 2002 as 23:50, por: cdb

Setenta mil pessoas foram forçadas a abandonar suas casas na costa da península de Yucatán, no México, que está enfrentando os efeitos do furacão Isidore.

Policiais e soldados do exército percorreram cada casa nas comunidades costeiras depois que o governador do estado de Yucatán determinou que todos na costa fossem removidos para locais mais seguros.

Os fortes ventos e a chuva que já afetam a região já cortaram o fornecimento de energia e as linhas telefônicas em várias regiões.

A meteorologia acredita que a tempestade tropical, com ventos de 160 km/h, pode ficar ainda mais forte.

Cuba

O Isidore é um furacão de categoria 3, cuja força pode desenraizar árvores ou destruir pequenas casas. Um furacão categoria 4 pode arrancar casas do chão e causar destruição generalizada.

Há informações de que na cidade costeira de El Progreso as chuvas provocaram inundação e derrubaram árvores, que estariam bloqueando o trânsito em ruas. Na capital do estado, Mérida, também houve inundações.

Na semana passada, o Isidore passou pela ilha de Cuba, destruindo árvores e linhas de transição de energia.

Cerca de 250 mil pessoas e milhares de cabeças de gado tiveram que ser retirados da província de Pinar del Rio. Em 24 horas, houve a precipitação de 63 cm de chuva, e campos de folhas de tabaco, usadas para produzir charutos, foram destruídos.

Depois de passar pela península de Yucatán, o furacão pode seguir para o norte, atingindo os estados americanos da Louisiana e Texas.