Funcionário da prefeitura de Itaquaquecetuba são presos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de setembro de 2003 as 04:00, por: cdb

Três funcionários da prefeitura de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, foram presos na noite da  última segunda-feira por extorquirem um comerciante na cidade. Eles chegaram a exigir uma grande quantia em dinheiro e ameaçavam aplicar multas e fechar o estabelecimento. Para prendê-los, a polícia teve de perseguir o carro da prefeitura.

Sob a alegação de que a mercearia na Rua Boracéia, 100, no Jardim Fortuna, tinha produtos com prazo de validade vencido nas prateleiras e apresentava algumas irregularidades de funcionamento, três fiscais do setor de Vigilância Sanitária da Prefeitura de Itaquaquecetuba ameaçaram a proprietária do estabelecimento, Urineide Gomes Cabral, de 42 anos.
 
Caso ela não entregasse R$ 12 mil a título de ‘caixinha’ para os fiscais, poderia ter o estabelecimento fechado e multado.

O cabo Branco, da Força Tática do 35º Batalhão de Polícia Militar, disse que os fiscais vinham ameaçando a comerciante há vários dias.

Na noite de segunda-feira, os fiscais combinaram o pagamento de R$ 3 mil.
 
A comerciante chamou a Polícia Militar. Quando viram os carros da polícia, os fiscais tentaram fugir. A polícia teve de perseguir o carro da prefeitura. Gervásio Peres Cano, de 47 anos, Aparecido Donizete da Silva, de 40 anos, e Gilberto Antunes de Bem, de 57 anos, foram alcançados e presos na Estrada do Corredor, 1247, no Jardim Paineira, em Itaquaquecetuba.