FST 2012: Oficinas autogestionárias prosseguem no Eduardo Gomes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 27 de janeiro de 2012 as 11:02, por: cdb

Inseridas nas atividades do Fórum Social Temático 2012 em Canoas, prosseguem até este domingo, 28, as oficinas autogestionárias no Parque Esportivo Eduardo Gomes. Desde o início desta semana, centenas de pessoas participam dessas atividades, com uma programação que envolve mais de dez opções de entre debates, palestras e capacitações artísticas.

Na última quarta-feira a titular da Secretaria Especial da Copa, Rita de Cássia, participou dessas atividades com uma exposição sobre os atrativos turísticos de Canoas e o projeto de ecoturismo do Paquetá (Foto). Nesse mesmo galpão, Cultural são realizadas as atividades organzadas Fauec, Bankoma Sul, S.O.S. Mulher social e Asé Ba&ya, tratando de temática de cultura, saúde e políticas para comunidades afrobrasileiras.

Diversidade

No Galpão da Diversidade, está sendo realizada a exposição sobre trabalhos realizados pela Coordenadoria de Diversidade junto com os parceiros e atividades da Federação Afro-Umbandista e Espiritualista do RS. No local, também é realizada orientação e distribuição de materiais de diversidade religiosa e sexual. Ontem foi realizado neste galpão a oficina Sexualidade – Diversidade – Juventude, com a mediação professora arte educadora e mestranda em educação pela UFRGS. No Galpão do B.I.L (Bandas Indpendentes Locais) são realizados debates e shows de com músicos canoenses.

Dentro dessa programação também foi ministrada nesta semana no PEEG a oficina de reciclagem e designer, por meio da reciclagem de materiais descartáveis, com a artista plástica Mana Bernardes. Para esta sexta-feira, às 18h, está previsto no mesmo local a oficina Diversidade Intercultural e Espiritualidade Inclusiva (mediador Paulo Stekel, especialista em línguas sagradas, jornalista, editor, escritor, tradutor, revisor e músico budista). São ainda temas abordados nessas oficinas: questão palestina, capoeira, sustentabilidade, capitalismo global.

Crédito da notícia: Ronaldo M. Botelho