Fraudadores do INSS são presos pela PF no interior de São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 19 de março de 2003 as 16:51, por: cdb

A Superintendência do INSS em Marília, interior do estado, informou nesta quarta-feira a descoberta de um esquema de fraude de benefícios na agência de Tupã.

Com base na denúncia do gerente-executivo da Previdência Social em Marília, Paulo Gonzaga Bueno, a Polícia Federal prendeu ontem em flagrante um aposentado, a advogada Maristela Torres Curci e o funcionário administrativo do INSS, Sérgio de Oliveira, acusados de fraudar 89 processos, no valor estimado de R$ 800 mil.

A Polícia está investigando outros dois advogados suspeitos de participarem do esquema. O aposentado já foi liberado, mas o funcionário e a advogada continuam detidos e serão indiciados por estelionato, utilização de documento falsificado e inserção de informações falsas em banco de dados.