Franceses assassinados no Rio são embalsamados

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de março de 2007 as 18:03, por: cdb

O Laboratório Técnico de Embalsamamento e Formolização no Rio de Janeiro Ltda (Labtemforj), em Inhaúma, no subúrbio do Rio, informou que os corpos dos franceses Christian Doupes, Delphine Douyere e Jérôme Faure, mortos a facadas no dia 27 de fevereiro, foram liberados na tarde desta segunda-feira depois de passarem por um processo de embalsamamento. As vítimas administravam a ONG Terr’Ativa, responsável por projetos de assistência a menores carentes no Rio.

Segundo o técnico de embalsamamento, Cirino Otávio Nóbrega dos Santos, os corpos  estavam em estado de decomposição e precisaram ser mumificados. De acordo com o técnico, eles foram encaminhados ao Consulado Francês, onde receberão o lacre consular para poder viajar. Cirino informou ainda que depois do lacre, os corpos são levados para uma funerária ou para o próprio laboratório para serem colocados em embalagens de madeira. Só então eles podem ser transportados de avião para a França.