Fórum da Terra busca discutir questões fundiárias e agrárias que geram conflitos em vários países da região

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de novembro de 2012 as 16:40, por: cdb

“Para semear a paz é preciso aflorar a terra”. É com este lema que se realiza hoje (27) em Cartagena de Indias, na Colômbia, o Fórum da Terra e América Latina e Caribe 2012. Entre os objetivos do evento estão questões centrais para a efetivação da reforma agrária nos países da região. Atualmente, milhares de famílias têm suas vidas comprometidas por conta da má ou nenhuma distribuição de terras.

Os exemplos dos problemas advindos das questões fundiárias são notórios e já fazem parte do cenário de crimes e mortes motivado entre proprietários ilegais de terras e agricultores/as. Casos graves acontecem no Brasil, Honduras, Colômbia, Guatemala, Argentina, entre outros países.

Contando com a participação de várias organizações sociais, o Fórum entende que a discussão política em torno do acesso à terra é fundamental para o desenvolvimento da região e para uma política de paz, sobretudo quando atinge as populações rurais.

“O evento permitirá animar debates sobre os desafios pendentes para alcançar uma reforma rural transformadora centrada nas pessoas e nas organizações do mundo rural. E também sobre a necessidade de definir regras que garantam o acesso equitativo e uso sustentável da terra e outros recursos para os homens e mulheres pobres do campo”, afirmou a organização do Fórum.

O Fórum é promovido pela Coalizão Internacional pelo Acesso à Terra, uma aliança que integra órgãos governamentais e sociedade civil em todo mundo.

Para ver o programa e informação adicional:

http://americalatina.landcoalition.org/node/3090
Para acompanhar o evento ao vivo:

http://webcasting.ifad.org/landforum