Força Sindical reúne 15 mil em protesto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de março de 2004 as 16:49, por: cdb

A Força Sindical reuniu cerca de 15 mil pessoas nesta quarta-feira no centro de São Paulo em manifestação contra o alto nível do desemprego no país.

– A taxa de desemprego atual é a maior da história desde 1995, é por isso que estamos indo para a rua – disse em entrevista o presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, pré-candidato a prefeito de São Paulo pelo PDT.

Manifestantes levaram cartazes como o que dizia: “O medo está vencendo a esperança dos trabalhadores”, em texto exatamente oposto ao da campanha que elegeu o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os empregados de estabelecimentos de bingos, que foram proibidos por determinação do presidente Lula em 20 de fevereiro, repetiam o slogan de outras manifestações: “Zé Dirceu o seu emprego custou o meu”, numa referência ao caso do ex-assessor da Casa Civil Waldomiro Diniz, que levou ao fechamento dos bingos.

-Essa política que o presidente da República emprega, que faz com que os banqueiros ganhem dinheiro, está errada. Ele não foi eleito para isso. Nossa preocupação é fazer com que o governo mude sua política – afirmou Paulinho referindo-se à política econômica.

A Força Sindical apoiou o presidente Lula no segundo turno da eleição, apesar de ser rival da Central Única dos Trabalhadores, historicamente ligada ao PT. A taxa de desemprego no país subiu para 11,7%, frente aos 10,9% de dezembro, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Em São Paulo, o desemprego foi recorde para o mês de fevereiro. Segundo informou o Dieese/Seade nesta quarta-feira, a taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo subiu de 19,1% para 19,8% em fevereiro.