Força Nacional reforça segurança do MS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de junho de 2006 as 12:45, por: cdb

A Força de Segurança Nacional iniciou, nesta quinta-feira, o reforço na segurança do Mato Grosso do Sul, com policiamento das ruas e nas rodovias identificadas como rota do tráfico de armas e drogas, nas cidades de Campo Grande, Dourados e no sul do estado.

– O objetivo das operações em conjunto com a Força Nacional é justamente demonstrarmos ao crime organizado que existe segurança pública nesse estado –  ressalta o comandante da Policial Militar de Mato Grosso do Sul, coronel José Ivan de Almeida.

Dois Hercules e mais um avião da Força Aérea transportaram os 200 homens da Força Nacional, que saíram de Brasília, na noite de quarta-feira. O serviço de inteligência da Força Nacional já esteve no estado fazendo um mapeamento para definir como será a ação desse grupo de elite em Mato Grosso do Sul.

A principal estratégia é combater o tráfico de drogas e o contrabando de armas na região de fronteira e tentar promover um desabastecimento nas facções criminosas em outros estados.

– É um instrumento do Sistema Único de Segurança Pública que está sendo implantado no Brasil. É uma organização das forças do estado, das forças do bem, para lutar contra o crime organizado – explica o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos.

O ministro da Justiça está em Campo Grande e também anunciou a liberação imediata de parte dos R$ 5 milhões que será usada na reforma dos presídios parcialmente destruídos nas rebeliões. Vinte e cinco carros da Força Nacional saíram de São Paulo e estão equipados para ações de policiamento na cidade e fronteira.

A tropa deve ficar em Mato Grosso do Sul por 60 dias. O Ministério da Justiça anunciou a liberação imediata de R$ 2,3 milhões para a reconstrução dos presídios destruídos durante as rebeliões.