Fome Zero já arrecadou R$ 51 mil nos bancos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de março de 2003 as 23:15, por: cdb

O primeiro balanço das doações de dinheiro ao projeto Fome Zero aponta para depósitos de R$ 51 mil nas contas abertas no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal. De acordo com a assessoria do ministro da Segurança Alimentar, José Graziano, R$ 50 mil foram depositados pelo Conselho dos Exportadores de Café Verde e R$ 1 mil pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC Paulista.

De acordo com informação do Ministério de Segurança Alimentar, os valores foram depositados no dia 11. Nesse dia, no entanto, os números das contas não eram conhecidos. Só foram divulgados no dia seguinte, 12. O ministro José Graziano insiste em dizer que as contas já existiam. Segundo ele, os números não haviam sido divulgados por uma questão de estratégia.

Como nem Frei Betto, assessor especial do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sabia da existência das contas secretas, as entidades que depositaram o dinheiro tiveram conhecimento dos números antes mesmo do principal auxiliar de Lula dentro do Palácio do Planalto na área do Fome Zero.

Portaria do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, publicada nesta quinta-feira pelo Diário Oficial da União, autorizou o Banco do Brasil a abrir contas correntes no exterior em nome do Ministério da Segurança Alimentar e Combate à Fome. A finalidade única das contas, de acordo com a portaria do ministro, é a de receber doações em dinheiro por parte de pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou estrangeiras, instaladas no exterior.