FMI reduz ainda mais expectativa de crescimento mundial

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 4 de setembro de 2001 as 18:54, por: cdb

Com os riscos negativos sobre a economia mundial aumentando e as projeções de crescimento europeu menores do que o esperado, os economistas do Fundo Monetário Internacional (FMI) cortaram a estimativa de crescimento mundial neste ano para 2,7 por cento em relação à previsão de 3,2 por cento, feita em abril, disseram fontes da instituição nesta terça-feira.

Essa estimativa, que será publicada no relatório do Fundo sobre a Perspectiva Econômica Mundial neste mês, foi reduzida da projeção de crescimento de 2,8 por cento feita há poucas semanas.

O relatório prevê expansão de 3,6 por cento em 2002, inferior aos 3,9 por cento previstos pelo Fundo em abril.

A redução nas previsões mundiais feitas pelo Fundo vêm junto com o corte na estimativa de crescimento nos 12 países da zona do euro para 1,9 por cento em 2001 e 2,3 por cento no próximo ano. Em agosto, economistas do FMI esperavam um crescimento levemente melhor, de 2,0 por cento neste ano e 2,5 por cento em 2002. Os números são inferiores às taxas de 2,4 e 2,8 por cento, previstos no relatório em abril.

O FMI prevê um crescimento de 2,2 por cento para o Brasil este ano e de 3,5 por cento em 2002.