Fluminense aposta em revelação na estréia da Copa do Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de fevereiro de 2003 as 14:31, por: cdb

O Fluminense, que estréia hoje na Copa do Brasil, às 20h30, contra o homônimo baiano, de Feira de Santana, aposta em Carlos Alberto, 18. O meia defendeu a seleção no Sul-americano Sub-20, no Uruguai, competição em que o Brasil terminou na segunda colocação.

Carlos Alberto terá a sua primeira oportunidade no time titular após a contusão de Léo Inácio, ontem. Outros que estão fora da partida são o lateral-esquerdo Jadílson, que sentiu a coxa direita hoje em treino recreativo já na Bahia, e Romário, que se recupera de dores no pé esquerdo e pretende enfrentar o Flamengo, domingo, pelo Estadual.

Se perde alguns jogadores por contusão, outros retornam ao time. É o caso de Fernando Diniz. Titular em 2002, o meia machucou o joelho e estava parado havia três meses.

Ele ficará no banco de reservas, assim como Djair. Recuperado de um estiramento muscular, Djair já participa normalmente de coletivos.

A maior preocupação do técnico Renato Gaúcho é a ausência de informações sobre os rivais. “Pelo fato de não conhecermos o adversário, teremos de respeitá-los. Não há jogo fácil na Copa do Brasil”, foi o discurso do treinador para os jogadores.

O Fluminense de Feira de Santana foi fundado em 1941 e seu nome é homenagem ao xará do Rio de Janeiro. Por esse motivo, a torcida para o clube das Laranjeiras na cidade baiana é grande.