Flamengo luta contra o rebaixamento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 8 de outubro de 2002 as 22:59, por: cdb

O técnico do Flamengo, Evaristo de Macedo, ainda tem esperanças, mas a diretoria rubro-negra já jogou a toalha. Nesta segunda-feira, o gerente de futebol George Helal disse que não sonha mais com a classificação entre os oito times que passam à segunda fase da competição.

“Infelizmente, o Flamengo não almeja mais a classificação. Vamos tentar vencer quatro ou cinco jogos dos dez que nos restam para fugir dessa situação em que nos encontramos. Ainda temos 30 pontos para disputar, mas é preciso ser sincero. Não dá para ganhar”, disse o dirigente rubro-negro ao jornal O Globo.

A situação do clube, de fato, preocupa. Após 15 jogos, o Flamengo tem, no Brasileiro deste ano, os mesmos 16 pontos que tinha após 15 jornadas no ano passado. Este ano, porém, o Rubro-negro está na 21a colocação (estava em 20o, em 2001). Para piorar, o campeonato deste ano tem menos clubes e são apenas 25 rodadas.

Assim, as chances de ser rebaixado subiram para 47%, este ano, contra 24% na mesma altura do campeonato do ano passado, segundo cálculos do matemático Tristão Garcia feitos para o Jornal do Brasil desta terça-feira. “Em 2001, havia oito times em pior situação que o Flamengo. Agora, só cinco. Por isso a situação é mais grave”, explica Garcia.