Fla vence o Grêmio por 2 a 1

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 26 de outubro de 2003 as 20:06, por: cdb

Em jogo de muita correria e baixo nível técnico, o Flamengo levou a melhor sobre o Grêmio, neste domingo, no Maracanã: 2 x 1, gols de Andrezinho e Fabiano Eller – Gilberto descontou. O resultado levou o clube da Gávea à décima colocação no Campeonato Brasileiro, com 55 pontos, enquanto o time gaúcho segue na lanterna, com 37.

Os visitantes partiram para cima do adversário no início da partida, mas foi o Flamengo que abriu o placar, logo aos 5 minutos. De Zé Carlos para Andrezinho, que ganhou a disputa com Gavião e concluiu no canto direito ao se ver diante do goleiro Eduardo.

O Grêmio acusou o golpe e o time da casa se aproveitou para tentar o segundo gol. Aos 7, Igor arriscou de fora da área e o camisa 1 tricolor espalmou para escanteio. Mais três minutos e Zé Carlos chutou mal da marca do pênalti, facilitando a defesa de Eduardo.

O primeiro tiro a gol dos gaúchos aconteceu aos 11 minutos, com Júlio César não tendo dificuldades para deter a tentativa de Cláudio Pitbull. Daí até o intervalo, o jogo ficou insosso. Se sobrava disposição dos dois times, faltava imaginação no meio-campo. Melhor para o Grêmio, que equilibrou o duelo.

Aos 33min, Gilberto recebeu lançamento de Gavião e bateu cruzado da esquerda, vencendo Júlio César. A virada só não saiu dez minutos depois porque o goleiro fez excelente defesa após chute à queima-roupa de Marcos Paulo. No mesmo lance, André Gomes pôs a mão na bola propositalmente e o árbitro Wilson Luis Seneme ignorou o pênalti a favor do Grêmio.

O Tricolor voltou ligado para o segundo tempo, partindo em busca da virada. No entanto, o goleiro rubro-negro teve pouco trabalho, pois não houve quem acertasse o pé. Aos 16, Marcelinho perdeu boa chance na área ao concluir sem força e facilitar a vida de Júlio César. Aos 21, Igor, de falta, quase acertou o canto direito.

Dois minutos depois, Caio pegou sobra na meia-lua e tirou tinta da trave. O castigo pela incompetência ofensiva veio em seguida. Igor bateu falta pela direita, Fabiano Eller completou de cabeça e a bola tocou na trave direita e no goleiro antes de ir à rede.

De volta ao ataque, o Grêmio quase reencontrou o caminho da rede aos 38 minutos: Marcelinho bateu colocado e Júlio César espalmou para o lado, contando com o apoio dos zagueiros, que aliviaram o perigo. Aos 42, Ânderson Lima cobrou falta pela direita e o goleiro fez novo milagre após cabeçada de Carlos Miguel. Definitivamente, a noite não era gremista.

FLAMENGO 2 x 1 GRÊMIO

Flamengo
Júlio César, Luciano (Gaúcho), Fernando, Fabiano Eller (André Bahia) e Anderson; Fabinho, André Gomes, Fábio Baiano (Jonatas) e Igor; Zé Carlos e Andrezinho.
Técnico: Waldemar Lemos

Grêmio
Eduardo Martini, Ânderson Lima, Renato, Gavião e Roger; Marcos Paulo (Carlos Miguel), Leanderson, Tinga e Gilberto; Cláudio Pitbull (Marcelinho) e Elton (Caio).
Técnico: Adílson Batista

Data: 26/10/2003 (domingo)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Renda: R$ 58.719,00
Público: 5.275 pagantes
Árbitro: Wilson Luis Seneme (SP)
Assistentes: Evandro Luis Silveira (SP) e Geraldo José Vollet Pinheiro (SP)
Cartões amarelos: Leanderson, Ânderson Lima, Fabinho, Fabiano Eller e Roger
Gols: Andrezinho, aos 5min, e Gilberto, aos 33min do primeiro tempo; Fabiano Eller, aos 25min do segundo tempo.