Fla e Galo querem pontos da partida contra o líder Cruzeiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 16 de outubro de 2003 as 11:31, por: cdb

Se caçar a Raposa dentro de campo parece mesmo impossível, Flamengo e Atlético-MG estudam uma manobra no Tapetão para ganhar os pontos conquistados em campo pelo Cruzeiro – que venceu o Rubro-Negro e o Galo por 2 x 0 e 1 x 0, respectivamente.

De acordo com os advogados dos dois clubes, o líder do Campeonato Brasileiro, tido como exemplo de organização no futebol tupiniquim, teria escalado o atacante Márcio Nobre em situação irregular.

O jogador, egresso do futebol japonês, foi inscrito na competição, no dia 30 de julho. O problema é que o prazo inicial para inscrição, 31 de julho, foi antecipado para o dia 28, comunicado por uma circular.

O diretor executivo de futebol do Atlético, Sérgio Bruno Coelho, informou que o clube tomou por base uma circular da entidade dizendo sobre as datas de inscrições dos jogadores que se transferiram de clubes. “A documentação original do jogador teria que estar até o dia 28 de julho na CBF para que ele estivesse regularizado. E a documentação do atacante só chegou no dia 30”.

Sérgio Bruno avisou que já protocolou o pedido reivindicando os pontos junto com o Flamengo, que jogou contra o Cruzeiro no dia 8 de outubro. “Ele está atuando de forma irregular e temos o direito de reivindicar nossos pontos”, concluiu.

A assessoria de imprensa da CBF, no entanto, informou no fim da tarde desta quarta-feira que a situação de Márcio Nobre está regular.