Fla desmente jornais do Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 11 de janeiro de 2003 as 17:47, por: cdb

O Flamengo divulgou uma nota à imprensa declarando que os jornais O Dia e O Lance! publicaram uma matéria neste sábado dizendo que o atleta Fábio Baiano teria passado constrangimento ao assinar o termo de compromisso de comparecimento na frente de torcedores que ele teria destratado.

De acordo com a nota assinada pelo vice presidente de futebol, Paulo Dantas, o jogador assinou o compromisso de comparecimento no dia 9 de janeiro, sem a presença de qualquer policial, na concentração do Hotel River Park.

Fábio Baiano foi citado no artigo 140 do Código Penal ((injúria real, ou seja, agressão sem lesão) por ter agredido o jornalista Aurino Leite, do jornal LANCE! – do Rio de Janeiro – no dia 9 de janeiro, por não ter gostado de uma matéria escrita pelo repórter. O caso foi registrado na 89° DP.

Leia a nota na íntegra:

Com o objetivo de esclarecer a verdade sobre acontecimentos divulgados por alguns órgãos de comunicação do Rio de Janeiro, como “O Lance!” e “O Dia”, deste sábado, 11 de janeiro de 2003 sobre o atleta Fábio “Baiano”, de que o jogador passara por constrangimento ao ter que assinar um termo de compromisso de comparecimento, a fim de prestar esclarecimentos sobre a alegada agressão que teria sofrido o jornalista Aurino Leite, cabe-nos informar que:

1 – Tal compromisso foi assinado, no mesmo dia da ocorrência, em 9 de janeiro, sem a presença de qualquer policial, em seus aposentos, na concentração do Hotel River Park, após devidamente assessorado pela vice-presidência Jurídica do Clube.

2 – A entrada do ônibus da delegação no estádio para os treinamentos ocorreu normalmente, sem qualquer interrupção ou atraso, ao contrário do que foi veiculado. Também, na ocasião, nenhnum representante desses dois órgãos de comunicação estavam presentes, tendo os mesmos comparecido ao local de treinamento cerca de 30 minutos após o início das atividades.

Esperamos que a informação seja retificada e que sejam mantidos os preceitos éticos, de respeito e de adequado relacionamento, como haviam sido mantidos antes do ocorrido.

assinado – Paulo Dantas, Vice-Presidente de Futebol.