Fidel está ‘mentalmente bem’, diz amigo do premiê cubano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de novembro de 2006 as 12:18, por: cdb

Premiê cubano afastado de suas funções por questões de saúde, Fidel Castro está mentalmente bem, afirmou na segunda-feira seu amigo Alfredo Guevara, diretor do Festival de Cinema de Havana. Fidel, de 80 anos, entregou o poder temporariamente a seu irmão Raúl em 31 de julho, depois de uma operação intestinal que provocou temores em relação à sua vida.

O diagnóstico está sendo mantido em segredo e Fidel não foi visto em público desde aquela data.

– Tenho notícias e estou disposto a ser indiscreto. O mais importante de um ser humano, seu computador, seu cérebro, está funcionando e está funcionando de verdade – disse Guevara a jornalistas, depois de apresentar a agenda do Festival Internacional de Cinema de Havana, programado para acontecer de 5 a 15 de dezembro.

Guevara, filósofo de 80 anos, é amigo de Fidel desde a década de 1940, quando ambos foram dirigentes políticos na Universidade de Havana. A televisão estatal cubana exibiu em 28 de outubro as últimas imagens de Fidel, caminhando em seu quarto, e desmentiu os insistentes rumores sobre sua morte. O motivo da cirurgia de emergência no final de julho é um mistério. Fidel já declarou que sua saúde é um “segredo de Estado”.

O governo cubano prepara um desfile militar, o primeiro em uma década, para celebrar no dia 2 de dezembro o aniversário de Fidel, que completou 80 anos em 13 de agosto, duas semanas depois de sua crise de saúde. Guevara disse que os organizadores do Festival de Havana pensaram na possibilidade de mudar a data para não coincidir com os festejos.

– Isso nos fez vacilar muito…A proximidade (das datas) não é irrelevante. Ao contrário, nos liga a um momento importante na vida do nosso comandante – afirmou.

Oficialmente, Fidel está se recuperando, mas não está claro como nem quando voltará ao poder, que ocupou sem interrupções desde a revolução de 1959. Centenas de personalidades das artes e da política do mundo inteiro são esperadas em Havana para as celebrações do aniversário de Fidel, mesmo sem a confirmação de sua participação.

A televisão estatal disse na semana passada que mais do que sua presença física, o importante é a vigência de suas idéias.