Fashion Rio quer ser uma “Itália tropicalizada”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de janeiro de 2005 as 16:49, por: cdb

O Fashion Rio, que rola de hoje a 16 de janeiro no Museu de Arte Moderna (MAM), deverá ter o glamour como tema central, segundo informações repassadas nesta tarde pelos organizadores do evento. Estilistas, grifes, stands e eventos paralelos somam-se para concretizar o projeto organizado por Heloísa Simão.

“O Fashion Rio está no calendário de moda, traz dinheiro e conta com o charme da cidade. Queremos ser uma Itália tropicalizada e temos estrutura para isso”, disse o vice-prefeito do Rio, Otávio Leite, durante entrevista coletiva.

O evento cresce 20% ao ano e, para não bater com a data do carnaval, foi antecipado, inaugurando o calendário de moda brasileiro. “Não se imaginava isso nas outras edições. Prova que tivemos crescimento quantitativo e qualitativo”, afirmou Heloísa Simão.

Ao todo, 26 grifes desfilarão no Fashion Rio. Este ano, o evento contará com as supermodelos Gisele Bündchen, Naomi Campbell, Rianne e Line. Além disso, quatro novas grifes mostrarão suas criações: Animale, assinada por Karlla Girotto, a paulistana Super Lucy in the Sky, de Lucy Góes, o artista plástico pernambucano Melk Z-Da e a grife Artemísia, de Salvador.