Fãs de Elvis se preparam para 70o aniversário do Rei do Rock

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de janeiro de 2005 as 21:27, por: cdb

Sósias de Elvis em todo o planeta já se preparam para as festividades do 70o aniversário do Rei no sábado, arrumando suas costeletas, penteando seus topetes e vestindo seus ternos recobertos de lantejoulas.

“Elvis Presley está mais popular do que nunca na Grã-Bretanha”, disse o sósia de Elvis Martin Fox, 52 anos, de Blackpool, no norte da Inglaterra. “Desde que ele morreu, está no auge de sua popularidade.”

Fox, cujas canções prediletas de Elvis são “Suspicious Minds” e “The Wonder of You”, prevê a chegada de 300 fãs de toda a Europa para a convenção de três dias dedicada a Elvis que ele vai promover em Blackpool neste fim de semana, visando encontrar “o melhor sósia de Elvis do continente”.

A adoração do Rei do Rock’n’Roll vem de longe na Grã-Bretanha. O Elvis Presley Fan Club, que tem 20 mil membros, foi fundado em 1957, um ano depois de o artista rebelde irromper no cenário musical.

Os 18 singles de Elvis que foram Número 1 nas paradas serão relançados na Grã-Bretanha, em edição limitada, ao ritmo de um por semana, começando com “All Shook Up”, de 1957, e terminando com “A Little Less Conversation”, de 2002, completos com as artes originais e uma caixa destinada aos colecionadores.

Fontes bem informadas do setor musical dizem que “Jailhouse Rock” está a caminho de virar Número 1 no Reino Unido neste domingo, a julgar pelas vendas da semana até agora, o que faria dele o 999o single a virar Número 1.

“Seria uma maneira fantástica e apropriada de comemorar o aniversário de Elvis”, disse Gennaro Castaldo, da rede de música ao varejo HMV.

Com isso, dizem as fontes, o single a ser relançado na próxima semana, “One Night”, poderia ser o milésimo a virar Número 1, alimentado pela onda de publicidade em torno do aniversário de Elvis.

A música de Elvis também continua imensamente popular na França, onde o público compareceu em massa para assistir ao musical de tributo “Elvis Story” no ano passado. O espetáculo vai voltar a Paris no final de janeiro para permanecer dois meses e meio em cartaz.

“Todos os anos comemoramos o aniversário de Elvis com seus fãs”, disse Patrick Renassia, gerente da loja “Elvis My Happiness”, na região central de Paris, que vende objetos sobre o Rei. Ele disse que os fãs vão se reunir para um concerto de tributo feito por bandas cover.

A casa de Elvis, Graceland, em Memphis, onde o Rei do Rock’n’Roll morreu em agosto de 1977, aos 42 anos, de ataque cardíaco, será o epicentro das comemorações nos EUA.

De acordo com o Web site oficial de Elvis, os quatro dias de eventos comemorativos programados incluem um concerto de música de Elvis tocada pela Orquestra Sinfônica de Memphis e uma caça ao tesouro em Graceland.

Na Alemanha, onde Elvis fez furor quando prestou serviço militar no país, colecionadores emprestaram objetos para uma exposição comemorativa em Bonn realizada para lembrar, nas palavras de um comentarista de jornal, “o furacão que levou um toque de ar fresco para o mundo abafado da Alemanha nos anos 1950”.

Para os fãs realmente sérios de Elvis, o corretor de apostas William Hill informa que ainda há britânicos que apostam nas chances de o Rei ser encontrado vivo e em boa saúde. Mas as apostas contra essa possibilidade são de 1.000 a 1.