Fanáticos religiosos matam mais de 60 em Uganda

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de novembro de 2003 as 16:36, por: cdb

Mais de 60 pessoas foram assassinadas na última quinta-feira no norte de Uganda por homens suspeitos de pertencer à rebelião do Exército de Resistência do Senhor, movimento de fanáticos religiosos, indicaram representantes da Igreja católica local. O padre missionário Sabbat Ayele citou testemunhas, segundo as quais os rebeldes decapitaram várias pessoas e incendiaram inúmeras moradias.

O porta-voz do distrito de Lira, onde ocorreu a matança, declarou que o exército ignora até o momento o número de mortos, mas assegurou que outras três pessoas, incluindo um oficial da polícia, morreram na noite de ontem em um ataque contra um campo de deslocados em Agwata.

O LRA, conhecido pelas atrocidades que comete contra civis, luta no norte de Uganda desde 1988 para substituir o governo do presidente Yoweri Museveni por uma administração fundada no “respeito aos dez mandamentos da Bíblia”, segundo seus representantes.