Família de jovem baleada quer indenização de R$ 2,5 milhões

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 3 de março de 2007 as 15:19, por: cdb

O advogado da família da adolescente baleada durante um assalto a banco em São Paulo afirmou na sexta-feira que vai processar o Banco Itaú. Ademar Gomes informou que vai pedir uma indenização de R$ 2,5 milhões em uma ação por danos morais e materiais porque um homem armado conseguiu entrar na agência.

Priscila Aprígio da Silva, 13 anos, foi atingida no abdome enquanto esperava o ônibus próximo ao local do assalto. A bala atravessou um dos rins e atingiu a espinha. Ela perdeu o movimento das pernas.

O advogado da família também criticou o procedimento do hospital em que Priscila está internada, que entregou a bala retirada do corpo da estudante durante a cirurgia para a família. Ele afirmou que o projétil foi entregue por volta das 18h desta sexta para a Delegacia de Roubo a Bancos.