Falso alarme de bomba no Consulado do Brasil em Caracas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de março de 2003 as 16:03, por: cdb

Um falso alarme de bomba nesta quinta-feira, obrigou os funcionários do consulado do Brasil em Caracas a deixarem a sede diplomática por algumas horas, informou a polícia.

O escritório consular brasileiro fica no município caraquenho de Chacao, perto de onde em 25 de fevereiro explodiram dois potentes artefatos em frente a edifícios diplomáticos da Colômbia e da Espanha.

O anúncio da bomba foi feito por telefone e é investigado pela polícia de segurança do Estado (Disip), que também se encarregou de inspecionar os escritórios.

Em janeiro passado, simpatizantes da coalizão opositora Coordenadoria Democrática protestaram em frente à embaixada do Brasil pela decisão do país de enviar gasolina ao mercado venezuelano.

Naquele momento, a produção nacional de combustível estava paralisada devido à greve organizada pela Coordenadoria para forçar a renúncia do presidente Hugo Chávez.

Um protesto parecido, e por motivos similares, aconteceu em frente à embaixada da Índia, enquanto uma bomba de mão foi lançada contra a da Argélia.