Fã quer indenização de Britney por ‘estresse emocional’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 24 de outubro de 2003 as 14:56, por: cdb

Um empresário japonês que foi condenado a ficar longe da cantora americana Britney Spears está processando a artista, alegando que ela lhe causou “estresse emocional”.

O autor da ação, o fã Masahiko Shizawa, alega que os seguranças de Britney o ameaçaram com uma arma quando ele andava numa rua, exigindo que ele deixasse a área.

Um juiz da Califórnia decidiu restringir o direito de ir e vir de Shizawa, proibindo que ele se aproximasse da estrela. O magistrado argumenta que o empresário é “anormalmente obcecado” por Britney Spears.

A sentença determina que, por três anos, o japonês de 43 anos mantenha uma distância de pelo menos 300 metros da cantora.

‘Mal-entendido cultural’

Representantes da artista não comentaram a decisão de Shizawa de entrar na Justiça contra ela.
O empresário está pedindo que ela lhe pague uma indenização, cujo valor não foi divulgado.
Britney Spears, de 21 anos, pediu à Justiça que impusesse restrições à liberdade de ir e vir do japonês em dezembro de 2002, dizendo que ele tentou entrar em contato com ela.

Ele teria até enviado fotos suas para a estrela, junto com mensagens em que dizia: “eu estou te perseguindo”.

Shizawa, que estava nos Estados Unidos durante o período, voltou ao Japão em dezembro, quando seu visto expirou. Ele estaria determinado a resolver a questão, para que possa no futuro voltar ao país.

Seu advogado disse que Shizawa, que é inventor e trabalha com programação de computadores, é incapaz de causar dano à cantora.

Ele também disse que o caso envolvendo ele e Britney Spears não passa de um “mal-entendido”, causado por diferenças entre a cultura japonesa e americana.