Extremistas prometem lavar as ruas de Bagdá com sangue de votantes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de janeiro de 2005 as 14:20, por: cdb

Grupos de extremistas distribuíram nessa terça-feira panfletos em Bagdá nos quais ameaçam regar as ruas da capital iraquiana com sangue dos votantes e fazer chover bombas e foguetes sobre os centros de votação.

Os panfletos, que não estavam assinados por nenhum grupo, advertem que “aqueles que ousarem formar as filas da morte para participar das eleições serão responsáveis pelas graves conseqüências”.

– Quem participar das eleições não poderá imaginar o que se passará a ele a sua família por participar desta conspiração dos cruzados para ocupar a terra do Islã – dizem os folhetos.

– Preparamos carros-bomba, foguetes, morteiros, além de minas terrestres para cada centro de votação – afirmam os folhetos – Juramos lavar as ruas de Bagdá com o sangue dos votantes.

O texto adverte aos habitantes para se mantenham pelo menos 500 metros longe dos centros de votação para evitar sofrer danos.

Também hoje, um comunicado publicado num site da internet em nome do Exército Islâmico no Iraque conclama todos o seus “guerreiros sagrados” a promoverem o máximo de ataques e de seqüestros possíveis para atrapalhar as eleições de domingo.

O chamado não pôde ser autenticado. Grupos militantes vêm usando o site para assumir a responsabilidade por vários atentados ocorridos no Iraque.