‘Exportações devem chegar a US$ 68 bi e superávit a US$ 20 bi’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 12 de setembro de 2003 as 20:56, por: cdb

As exportações devem fechar o ano em US$ 68 bilhões, um crescimento de 13% em relação a 2002. A previsão foi feita nesta sexta-feira pelo secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Ivan Ramalho, no seminário “A Cooperação Sul-Americana”. Segundo ele, o superávit comercial deve ficar em torno de US$ 20 bilhões este ano.

As exportações começaram o mês de setembro, de acordo com o secretário, apresentando crescimento e, ao contrário do que acontecia desde o início do ano, também as importações registraram elevação. “Até o fim de agosto as importações tinham apresentado uma pequena queda, inclusive nas compras de alguns produtos importantes e necessários como bens de capital (máquinas e equipamentos para a indústria de transformação)”, informou Ramalho.

Ele disse que o governo espera que, nos quatro últimos meses do ano, ocorra também uma recuperação das importações. O secretário lembrou que o crescimento das importações de bens de capital demonstrará a volta dos investimentos no setor industrial.

“A expectativa do mercado é a de que estamos vivendo uma melhora na produção industrial, que vai impactar também a importação, porque uma parcela considerável de produtos fabricados no Brasil incluem insumos vindos de fora. Daí acreditarmos que, até o final do ano, as importações devam crescer”, avaliou o secretário.