Ex-presidente do Flamengo é preso por fraude no RJ

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de setembro de 2003 as 13:59, por: cdb

Uma megaoperação da Receita Federal, Polícia Federal e Justiça Federal realizada nesta terça-feira prendeu fraudadores do INSS e da Receita Federal. Cinco pessoas já foram detidas, entre elas o ex-presidente do Flamengo, Edmundo Silva, que foi encontrado em seu escritório no Centro do Rio, onde aguarda transferência para a sede da PF.

Os mandados de busca e apreensão foram expedido pelo juiz da 3ª Vara Federal Lafredo Lisboa. Mais de 70 policiais federais estão nas ruas. Um delegado federal e o intermediário da Receita Federal, Alberto da Silva Corrêa Neto, estão entre os suspeitos. O diretor de arrecadação tributária do Rio de Janeiro, José Goes, está foragido.

Edmundo é acusado de fazer parte de uma quadrilha formada por 11 funcionários da Receita Federal e três do INSS que seria responsável por prejuízos que podem chegar a R$ 1 bilhão. A acusação é de que a quadrilha oferecia um serviço para limpar dívidas de empresas, que eram retiradas do cadastro da Receita Federal.

Em julho do ano passado, Edmundo Silva foi afastado da presidência sob acusação de gestão fraudulenta, que gerou um processo de impeachment.