Ex-padre é condenado por abusar sexualmente de garoto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 18 de janeiro de 2002 as 21:12, por: cdb

Um ex-padre foi considerado culpado nos Estados Unidos de molestar sexualmente um garoto de dez anos quando ainda estava a serviço da Igreja Católica. Trata-se da primeira entre mais de 80 ações movidas contra John Geoghan, 66, acusado de abusar de mais de 130 crianças durante seus 30 anos de sacerdócio. O caso abalou a Igreja Católica nos Estados Unidos – membros da alta hierarquia religiosa foram acusados de acobertar as acusações contra Geoghan. Também se afirma que a Igreja gastou cerca de US$ 10 milhões para fazer acordos em cerca de 50 casos.

As acusações feitas contra Geoghan se referem a mais de 30 anos de serviços em diversas dioceses católicas de Boston. No primeiro caso já julgado, ele teria molestado um garoto de dez anos em uma piscina em 1991. A pena que o ex-padre vai cumprir na prisão ainda não foi anunciada, já que outras ações contra o réu serão julgadas em breve. No começo do mês, como uma reação a este e a outros casos de pedofilia envolvendo sacerdotes católicos, o Vaticano publicou um código para orientar os bispos sobre a forma de lidar com ocorrências do tipo.