Ex-mordomo de Diana lança livro sobre a princesa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de outubro de 2003 as 00:45, por: cdb

Os príncipes William e Harry são ‘manipulados pelo sistema’ que ronda a família real britânica, afirma Paul Burrell, o ex-mordomo da princesa Diana, em entrevista que será transmitida hoje pela BBC.

Em seu livro ‘A Royal Duty’, que chega às livrarias nesta segunda-feira, Burrell faz uma série de revelações sobre a vida sentimental da princesa, o que desencadeou muita polêmica e uma guerra de declarações entre ele e o palácio de Buckingham.

Em um comunicado emitido na última sexta-feira passada pelo palácio de Buckingham, os meninos acusaram Burrell de ‘traição fria e manifesta’.
 
– Não podemos acreditar que Paul, que gozou de uma confiança tão grande, abusasse de sua situação em uma traição tão fria e manifesta – afirmaram os filhos da princesa.

– Não é apenas doloroso para nós dois, como também para todas as pessoas envolvidas – enfatizaram os irmãos.

Na entrevista à BBC, o ex-mordomo falou que está com raiva dos filhos do príncipe Charles.
 
– Estou enraivecido com eles. Gostaria de dizer a eles o que penso – afirma, acrescentando que os dois jovens foram usados como ‘canhões sentimentais’ pelos ‘homens cinzas’ do palácio real.
– Logo me dei conta de que esses meninos estavam sendo manipulados pelo sistema. Fizeram o mesmo com a mãe deles (a princesa Diana) – disse Burrel.

Paul Burrell, que começou a trabalhar no palácio de Buckingham aos 19 anos antes de virar mordomo de Diana e Charles, ficou conhecido em 2002 quando foi acusado de ter roubado mais de 300 objetos pertencentes à princesa. A intervenção da rainha Elizabeth II pôs fim ao escândalo absolvendo-o de qualquer suspeita.