Ex-governadores do Rio são chamados para depor na CPI

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de março de 2003 as 13:46, por: cdb

Os ex-governadores do Rio de Janeiro, Benedita da Silva (PT), atual ministra da Assistência Social, e Anthony Garotinho (PSB), serão convocados pela “CPI do Propinoduto” para depor sobre as irregularidades na Secretaria de Fazenda durante as respectivas gestões.

Os deputados fluminenses investigam cobrança de propina por parte dos fiscais do Estado em troca de anistia de multas milionárias de empresas como a Light e a Rio de Janeiro Refrescos, engarrafadora da Coca-Cola. O dinheiro obtido pelos fiscais, cerca de US$ 36 milhões, era enviado para contas na Suíça. O Ministério Público suíço se comprometeu a enviar documentos sobre a movimentação bancária, mas até agora eles não chegaram às mãos da CPI.

A decisão por convocar os ex-governadores foi tomada nesta segunda-feira por unanimidade entre os oito deputados que integram a comissão. As datas dos depoimentos ainda não foram agendadas.

Na semana passada, em resposta às denúncias dos deputados petistas que culminaram em abertura de inquérito civil pelo Ministério Público, Garotinho enviou carta à CPI pedindo para depor e autorizando a quebra de sigilo bancário e fiscal de suas contas. Benedita até agora afirmou que só iria depor em Brasília.

O ex-subsecretário de Administração Tributária, Rodrigo Silveirinha, e o fiscal de renda Carlos Eduardo Pereira Ramos prestam depoimento na Polícia Federal nesta segunda-feira.