Evento debate fim da violência contra as mulheres

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 13:43, por: cdb

Evento debate fim da violência contra as mulheres

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) estará comemorando, no dia 04 de abril, no Auditório da Universidade UNIGRANRIO, das 8 às 18 horas, o I Aniversário do Centro de Referência do Homem (CR Homem). A data será marcada com o “I Seminário : Homens pelo fim da violência contra as mulheres – Reflexões sobre o trabalho com homens no Município de Duque de Caxias”. O CR Homem é um equipamento ligado à Subsecretaria Municipal de Direitos Humanos de Duque de Caxias e ao Departamento Municipal da Mulher. 

O Evento contará com a presença de autoridades locais, além de representantes do Juizado de Violência Doméstica, do Ministério Público, da Defensoria Pública, do Centro de Referência da Mulher e de técnicos da Secretaria Municipal de Assistência Social e demais Instituições e iniciativas da Sociedade Civil que militam pela equidade de gêneros. A programação prevê a realização de palestras sobre o tema com a participação de Instituições que militam em relação à causa, apresentações culturais e relatos de experiências dos usuários do equipamento. 

Inaugurado no dia 18 de março de 2011, o CR Homem é uma iniciativa de vanguarda da Prefeitura de Duque de Caxias que tem como objetivo valorizar a família através da relação homem-mulher. Sua instalação torna o município o primeiro a criar um equipamento com o objetivo de desenvolver uma política de atendimento consistente aos casos de violência doméstica. Seu trabalho tem como foco pregar a responsabilidade e instigar a sensibilidade e a consciência do homem agressor, através da realização de grupos para reflexão. 

A secretária de Assistência Social e Diretos Humanos, Roseli Duarte, destacou os avanços já alcançados pelo serviço. “Dados estatísticos já ressaltam mudanças significativas nas relações entre homens e mulheres envolvidos neste contexto, que vem influenciando qualitativamente na dinâmica das famílias que fazem parte do Programa”, afirmou.

Texto: Ana Claudia Cunha e Nelson Soares

Palavras-chave

Duque de Caxias, Zito, SMASDH, Centro de Referência do Homem, Unigranrio, Juizado de Violência Doméstica, Ministério Público, Defensoria Pública, Centro de Referência da Mulher